ADEUS À AMPARO CARIDADE

artigo19

“Seja, assim, num dia lindo… Minha eterna despedida.
Eu quero morrer sorrindo… Beijando a face da vida!”
(Severino Cândido Marinho)

O Poeta Severino Cândido Marinho – meu avô – e a amiga, também escritora, Amparo Caridade, embora tenham vivido em épocas diferentes e jamais se conhecido, tinham bem mais em comum que o divino dom de escrever… “O AMOR PELA VIDA”. Ambos viveram intensamente cada momento de sua existência, exaltando sempre essa paixão, esse encantamento pela maravilhosa arte de viver.

Num dos textos de meu avô – já em idade avançada, aos noventa e seis anos – lembro-me que ele terminava assim uma de suas declarações à vida:
“Velho estou, no fim da lida… Entre os achaques e os ais…
Mas, não me queixo da vida… Eu queria viver mais!”

A nossa amiga não viveu até os noventa e seis anos de idade como o meu avô… Mas, estou certa de que uma vida bem vivida não se avalia pela quantidade de anos vividos e sim pela intensidade com que esses anos foram vividos. A Psicóloga / Sexóloga / Professora e Escritora: Amparo Caridade foi acima de tudo, uma eterna apaixonada pela vida e por todas as atividades que exercia.

Nós, que fazemos a AMPARE, tivemos a honra de tê-la conosco em algumas de nossas palestras, enriquecendo o nosso trabalho e incentivando-nos sempre a seguir firme com a nossa proposta. Não podemos esquecer que foi ela – a Psicóloga, Amparo – que no inicio da nossa caminhada, pouco tempo depois da nossa fundação, quando lançamos a campanha: AMPARE UM PACIENTE, uma das primeiras profissionais a adotar gratuitamente em seu consultório uma paciente da nossa Associação. Esse seu gesto tão digno e humano serviu de exemplo para que outros Psicólogos e Psiquiatras aderissem à Campanha. Era realmenteo começo da AMPARE ou melhor: começava ali AMPARO na AMPARE!

Em certa ocasião, lembro-me com especial carinho, enquanto conversávamos após uma de suas palestras, quando ela expressou a admiração pelo trabalho da Associação e disse: “Um dia ainda farei parte da AMPARE… Afinal, temos algo em comum: você é SOCORRO e eu sou AMPARO”… 

O que a nossa amiga não sabia é que ela já era parte da AMPARE e que mesmo agora ela ainda continuará presente em nossos corações e nas nossas mais queridas recordações, através do seu exemplo como profissional e como ser humano, além do carinho que sempre nos dedicou.

Agradecemos a Deus tê-la colocado em nosso caminho!

O texto que vocês vão ler a seguir, da Escritora Amparo Caridade, escrito poucos dias antes do seu falecimento, é uma profunda declaração de amor à vida. Vale a pena mergulhar na beleza insondável desse momento ímpar de encantamento e êxtase como ela mesma descreveu, quando após doze dias de internação, ela se confronta novamente com a VIDA em toda sua plenitude, do lado de fora do hospital, em sua última viagem para casa.

Esse texto, intitulado VIVER, é mais uma lição que a boa Mestra deixa para todos nós.

About the author /


Artigos relacionados

Envie seu comentrio

Your email address will not be published. Required fields are marked *

COMO CHEGAR



AMPARE
Associação dos Amigos dos Pacientes de Pânico
Rua Osvaldo Cruz, 393
Boa Vista - Recife - PE
Fone: (81) 3222.6252

FACEBOOK

FALE CONOSCO